Daniela Depolli

Entenda a Superdotação

02/08/2016 19:45

 

Este é um fenômeno que é caracterizado por uma capacidade mental e habilidades, superior à média da população.

Uma das ferramentas utilizadas para medir o grau das capacidades mental é o teste de Q.I ( Quociente de Inteligência ), a média da população gira em torno de 100 a 110, enquanto nos indivíduos superdotados o resultado é superior a 130. Porém, a caracterização de um superdotado não se limita apenas a este teste, pois o caminho a ser percorrido para o diagnóstico final envolve análise de personalidade e habilidade do indivíduo.

Pessoas superdotadas possuem um questionamento moral que vai além das expectativas encontradas na sociedade, suas habilidades em áreas específicas do desenvolvimento estão longe de ser um problema, desde que acompanhadas, apoiadas e orientadas por profissionais que estejam habilitados nessa área.

Aos pais, a orientação é de que quanto antes obtiver conhecimentos e resultados clínicos que comprovem a superdotação, melhor poderão entender as diferenças e necessidades de seus filhos e realizar um acompanhamento adequado e com suporte que garanta o bem estar da criança.

A Organização Mundial da Saúde mostra que de 3 a 5% de qualquer comunidade é composta por superdotados e 20% têm alta habilidade.

Para entender melhor, vamos conhecer algumas características que podem auxiliar na identificação de possível superdotação:

·         Alto grau de curiosidade;

·         Vocabulário avançado para a sua idade;

·         Ótima memória;

·         Alfabetização precoce;

·         Criatividade;

·         Facilidade de adaptar ou modificar ideias;

·         Comportamento que requer pouca orientação do professor;

·         Liderança;

·         Desinteresse escolar;

·         Problemas de indisciplina;

·         Vulneráveis a críticas;

·         Autoconfiante;

·         Excelente desempenho em uma ou mais disciplinas.

Lembrando que essas características não determinam o diagnóstico final de um superdotado, testes neurológicos e comportamentais fazem parte do processo para obter o resultado, mas são estes aspectos apresentados que nos despertam o interesse em se aprofundar e analisar com mais cuidado o assunto abordado.

Se o texto trouxe curiosidade de saber mais sobre o assunto, visite as referências abaixo, nelas você encontrará explicações mais específicas sobre este tema que é muito delicado e precisa ser cuidado com muito carinho.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

https://www.nagc.org/
https://www.nimh.nih.gov/science-news/2006/cortex-matures-faster-in-youth-with-highest-iq.shtml
https://www.apahsd.org.br/novo/
https://www.nagcbritain.org.uk/
https://www.giftedness.org/

                                                 Psicóloga e Psicopedagoga

                                                     Daniela F.N. Depolli

                                         

Pesquisar no site

Contato

Daniela Fany Nogueira Depolli Rua Amador Boeno da Veiga 1230 sala 530
(11) 99135-7056
(11) 2852-9879

Emito recibo para reembolso de Consultas Psicológicas através do seu plano de saúde. 

Aqueles que possuem plano de saúde, a Agência Nacional de Saúde - órgão do governo que regulamenta os planos de saúde - divulgou uma lista com novos procedimentos básicos que os convênios terão que cobrir a partir do mês de junho.