Daniela Depolli

A família no processo de intervenção

19/04/2013 14:37

 

A família tem participação na aprendizagem da criança ou só mesmo a escola é responsável ? Uma exceleste questão para se pensar.

A família é mais que um ponto crucial no desenvolvimento de cada ser humano e o que se encontra nela, é o ponto de partida e referência de vida. Nela encontra-se a referência para seguir o longo caminho da vida, porém quando há um problema com a aprendizagem, temos que procurar à quem?

As aquisições e modalidades de relacionamento que são aprendidas e produzidas no grupo familiar, orientam e determinam, até certo ponto, o processo e as possibilidades de aprendizagem da criança ao ingressar na escola.
Na perspectiva psicanalítica, podemos compreender a escolarização e a aprendizagem que ocorre neste segmento a partir de conceitos como transferência, contratransferência e vínculos que são construídos com o conhecimento.
Em relação à intervenção em problemas de aprendizagem, a ação relacionada com os indicadores macro sociais insere-se na ordem das políticas públicas, ou seja, o psicopedagogo, neste contexto, atua no plano institucional. Os indicadores micro sociais relacionam-se com as características e o funcionamento do grupo familiar que, de alguma forma, deve participar do processo interventivo.

No entanto o papel da familia é crucial no processo de interveção quando falamos em problemas de aprendizagem em conjunto com os demais profissionais ligados à intervenção.

Pesquisar no site

Contato

Daniela Fany Nogueira Depolli Rua Amador Boeno da Veiga 1230 sala 530
(11) 99135-7056
(11) 2852-9879

Emito recibo para reembolso de Consultas Psicológicas através do seu plano de saúde. 

Aqueles que possuem plano de saúde, a Agência Nacional de Saúde - órgão do governo que regulamenta os planos de saúde - divulgou uma lista com novos procedimentos básicos que os convênios terão que cobrir a partir do mês de junho.